Dicas para uma alimentação mais saudável e holística
em Blog

Dicas para uma alimentação mais saudável e holística

*Texto: Fernanda Galeoti


A nutrição holística tem tudo a ver com ingerir alimentos saudáveis o mais próximo possível de seu estado natural. Essa dieta inclui alimentos integrais não refinados, não processados, orgânicos e cultivados localmente. É uma abordagem de alimentação que considera muito conscientemente tudo o que é consumido e se concentra em comer pela a saúde, acima de tudo.

 

Hoje em dia, a dieta das crianças envolve muita conveniência, mas é a alimentação saudável que trará os benefícios necessários para um bom desenvolvimento. Uma dieta cheia de nutrientes estabiliza a energia dos pequenos, melhora suas mentes, equilibra os humores, contribui para manter um peso saudável e ajuda a prevenir problemas de saúde. 


Existem muitas maneiras de ensinar e apoiar seus filhos em uma jornada para uma alimentação saudável e consideramos esse um ponto chave para as nossas crianças no Centro Hai, no Quênia. 


As dicas oferecidas por especialistas incluem:


  1. Comece com o café da manhã: Um café da manhã balanceado com proteínas é uma ótima maneira de seu filho começar o dia. A proteína pode ajudá-los a manter a sensação de saciedade por mais tempo. Pode até ajudar os adolescentes a perderem peso. Algumas boas opções para começar o dia são: sanduíche de ovo com pão integral, iogurte, ovos cozidos ou uma maçã.

  1. Faça das refeições uma prioridade: sentar-se à mesa com a família é uma parte importante do estabelecimento de hábitos alimentares saudáveis. Mas é mais do que apenas comer juntos. As crianças se desenvolvem melhor com a rotina. Saber que jantam ou fazem outras refeições com a família regularmente os ajuda a se sentirem seguros.

  1. Envolva as crianças: Peça a seus filhos que o ajudem a escolher os alimentos para comer. Ensine-os a ler o rótulo para que saibam a nutrição dos alimentos que estão escolhendo. Eles também podem ajudar a preparar as refeições e ter alguma responsabilidade sobre o que estão comendo. Outra forma divertida de envolver seu filho é plantar uma horta. Cultivar frutas, vegetais e ervas favoritas pode ensinar lições valiosas às crianças. Plantar, manter e colher sua própria comida pode ser uma experiência gratificante para crianças e adultos.

  1. Priorize o tipo certo de gorduras: Deixe de fora os óleos de sementes industrializados inflamatórios (milho, canola, cártamo, vegetais) e opte por fontes naturais, como azeitona, abacate, coco e manteiga. Gorduras ômega-3 de salmão, sardinha, cavala e ostras são ótimas, ou um suplemento de ômega-3 de alta qualidade também pode ser uma boa opção.

  1. Introduza mais proteína: Esse macronutriente ajuda cérebros e músculos a crescer - por isso é importante ser incluída nas refeições e lanches. As necessidades proteicas de uma criança são geralmente do tamanho da palma da mão em cada refeição. Produtos de origem animal criados naturalmente são boas opções, junto com ovos, nozes, sementes, lentilhas, quinoa e feijão. Caso sua família seja vegetariana, as leguminosas e tofu são facilmente substituídos.

  2. Limite o açúcar: Muitos alimentos têm adição de açúcar. Na melhor das hipóteses, todo esse açúcar extra apenas adiciona calorias vazias à nossa dieta. Por outro lado, pode contribuir para a hiperatividade, transtornos do humor, obesidade e diabetes. O açúcar já é encontrado naturalmente em muitos alimentos, como frutas, vegetais, grãos e laticínios. Obtemos todo o açúcar de que precisamos nesses alimentos, que promovem uma dieta mais holística, ou seja, natural.

Criar os filhos de uma forma holística começa em casa e ainda há muito a fazer se quisermos criar uma geração de filhos mais inteligentes, felizes e em boa forma. Ao priorizar comida de verdade, muita atividade e tempo de qualidade em família, podemos ajudar nossas crianças a alcançar seu melhor potencial de desenvolvimento.


Fontes:

https://doctortaz.com/the-holistic-approach-to-raising-healthy-kids-naturally/

http://www.lccbenefits.ca/downloads/banewslettermar13.pdf

https://familydoctor.org/nutrition-tips-for-kids/

Deixe um comentário

*Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados